17.1.15

Aquele dia em que conheces-te 1 estranho

Tive uma fase na vida em que todos os dias conhecia malta... não sei se por andar mais feliz e atrair coisas boas, mas houve 2 situações que nunca mais esqueci de tão cómicos que foram:

1º Devia ter ai uns 18 ou 19 anos, estava a sair do café onde tomava o pequeno almoço perto do instituto onde estava a estudar, fumadora na altura, antes de atravessar a estrada acendi um cigarro e assim que ponho o pé na passadeira um carro pára e faz-me sinal, lá continuei na minha vida, mas assim que chego mais perto do carro a rapaz abre o vidro e pergunta-me se tenho lume (ideia: mas este não têm isqueiro no carro) "sim, tenho, dá-me 1 segundo" ele acende o cigarro e quando me devolve "anda que eu pago-te um café" (oi, quê ito) arrancou com o carro e lá o deixou no parque de estacionamento e fomos beber um café os 2!! Muita conversa, muita coisa em comum, parecia que nos conhecíamos á anos. Ainda mantive-mos contacto durante algum tempo, mas depois cada 1 seguiu a sua vida!

2º Uns anos depois, devia estar com uns 21, saí de casa "fresca e fofa" faço o caminho de sempre em direção ao metro e quase a chegar, pára um carro ao meu lado e pergunta-me as horas (ideia: mas este não tem relógio no carro) um rapazinho de dreadlocks (oi, fiquei logo em sentido) lá lhe disse as horas e ele "obrigado, queres que te leve a algum lado?" "não, obrigado vou trabalhar e já estou  atrasada, fica bem" ele continua a avançar com o carro ao meu lado "ficava melhor, se pudesse levar uma menina tão gira e atrasada ao trabalho, vais de transportes porquê se podes ir mais confortável" "a sério que te agradeço, mas não te conheço e tenho mesmo de ir embora, vemo-nos por ai" e lá fui eu á minha vida... uns meses depois encontramo-nos numa festa reggae na praia da Areia Branca, mas nem falamos!

E vocês?? Já conheceram 1 estranho??

Sem comentários: