4.2.13

I present to you this blog and the blogger




Um pouco sobre mim... Tenho uma costela Açoreana (a minha mãe e a família dela são de lá), e vivi na Ilha de Santa Maria até aos 6 anos, depois Faro, depois Lisboa, depois Itália, depois Suiça, depois Nova Iorque e depois Lisboa novamente. Sou inconformada, e gosto de estar sempre ocupada com projectos criativos.
Sou professora de Técnicas da Comunicação, sou fundadora da Starling Film (www.cargocollective.com/starlingfilm) - uma produtora de vídeo e fotografia romântica, e sou blogger no Doce para o meu Doce.
O meu sonho de vida é ser blogger a tempo inteiro, pelo mundo fora, com a minha máquina fotográfica em punho. A juntar a esse sonho, sempre quis ser pasteleira, e espero que as três coisas um dia se possam juntar.
Neste momento, para além da escola, alugo um pequeno espaço no Cowork Lisboa, na LX Factory para me manter activa e focada nos meus objectivos. Quero, através do meu empenho, garantir que a renda é sempre paga a tempo, e fruto de trabalho e clientes felizes. Espero que depois disso, os habituais passem a palavra a novos. :)


Vou buscar a inspiração ao meu dia-a-dia. Bebo do que leio, do que vejo e do que aprendo. Gosto de coisas bonitas, de romance e de tudo o que é amoroso. Adoro ouvir música e pensar nos videoclips que podia fazer para cada uma. Adoro ver uma camisola velha e pensar no que poderia fazer para a transformar, adoro ver montras de pastelaria arranjadas e tirar-lhes fotos e fotos. Tenho uma colecção imensa de inspiração para o que um dia quero fazer com uma (minha) pastelaria gourmet.


"Adivinha o quanto eu gosto de ti" - de Sam McBratney (http://www.rtp.pt/programa/tv/p29491). É um livro mágico, e que só ofereço às pessoas de quem realmente gosto. Tenho um carinho muito especial por ele porque foi o livro que ofereci à minha avó no último Natal que passámos juntas. Lembro-me de lho ler na cama à noite, como ela costumava fazer quando eu era pequena. Chorámos um bocadinho, e dormimos juntinhas.


Muita comida saudável. Iogurtes magros, leite magro, muita fruta, salada e verdes variados... Gosto de comer peixe ou carne cerca de duas vezes por semana, e praticamente não como vaca nem porco.
Tenho também algumas prateleiras com alguns deslizes... a minha colega de casa Francisca não resiste aos crepes de chocolate nem à massa folhada. Eu tento fugir disso, mas uma vez por outra, lá cedo à tentação.


Sempre disse que nunca existiria um trabalho no mundo que me fizesse feliz a não ser um que eu criasse para mim mesma. Hoje posso dizer que sou 100% feliz com o que faço. Faço-o para mim, e não há melhor sensação no mundo como a de ver clientes satisfeitos, felizes, e a aconselhar os nossos serviços a amigos e amigas.
Depois, vem a escola... adoro ensinar, adoro o sítio onde trabalho e adoro os meus alunos. Aprendo coisas novas com eles todos os dias, e vibro com aqueles momentos em que tenho toda a sua atenção para assuntos inspiradores, como sermos felizes ao fazer o que gostamos. Quero que eles percebam que não têm de ser carneirinhos, e que cada um deles tem algo de especial que pode explorar... só têm de descobrir o quê.
Para finalizar, vem o blogue. Adoro o meu cantinho criativo na web... adoro dedicar-me a ele e espero que vocês também gostem.


O Doce para o meu Doce vem da ideia de darmos algo a alguém que nos é especial...
Dar um doce a um doce pode ter milhentas variantes, como dar um doce a alguém de quem gostamos, contar uma história a uma criança, inspirar alguém que precisa de ajuda, dar mimo a quem precisa de mimo. Tem a ver com dar, sem ter necessidade de receber. Dar porque sim, porque é bom ver outros felizes.


Mmmm... os talões, recibos e papéis que não interessam para nada que se acumulam na minha carteira durante meses contam? É que só a limpo quando deixo de a conseguir fechar... e não, não colecciono dinheiro...


A hora mágica! Falo várias vezes nela no meu blogue... É aquele momento em que o sol está prestes a nascer ou mesmo quase a pôr-se. O céu fica todo alaranjado e é daí que saem as fotografias mais bonitas. (http://www.doceparaomeudoce.com/2012/07/desabafos-de-domingo-durante-hora.html)


Vamos começar com as partes más: Sou altamente teimosa e insistente... canto muito mal e tenho a mania que tenho de me meter em tudo ao mesmo tempo. Acabo sempre estafada. Também ainda não aperfeiçoei a técnica mágica para poupar dinheiro... mas com a crise do país e com o facto de que estou a começar uma marca sozinha, tento mentalizar-me que durante alguns anos vai ser sempre assim.
Também penso sempre que todas as pessoas são boazinhas, e muitas vezes engano-me. Depois, quando me engano, fico mesmo muito, muito, muito triste.
Qualidades... sou muito fiel à minha família, namorado e amigos. Protejo-os com unhas e dentes; Sou uma romântica incurável; Criativa e cheia de vontade de fazer algo pelos outros. Talvez seja um pouco a Amelie da minha zona... Ajudo todas as velhinhas do supermercado que façam o mesmo caminho para casa que eu. Às vezes fico com dores nos braços, porque a maioria delas anda muito devagarinho, mas sinto que estou a fazer algo especial. :)


Ui... Posso falar de material para a Starling Film? Quero muito ter uma steady cam, e faltam-me algumas lentes que são bastante caras. Pode ser que com a vinda de mais trabalhinho comece a dar para chegar lá.


Ui, sabes, não sou muito de modas, e percebo pouco de marcas... Passo eternidades sem comprar roupa nova... mas gosto da Pull & Bear e da Kling Madrid.
Se não falarmos de roupas, estou sempre metida em livrarias, FNACs, e Starbucks... Guilty pleasure.


Descontraído, e menina. Adoro usar peças e fitas de cabeça, daquelas que metemos na testa. Acho que se pode considerar um certo hippie chic, ou hippie urban, se é que isso existe. Mas é bastante confortável, muitas leggins e camisolas compridas... camadas sobre camadas.




A minha máquina fotográfica, uma lente extra, o iPad e o iPhone, carteira e um batom com sabor a tutti frutti, prenda de amigas. :) Ah! e os carregadores dessa traquitana toda. Fico doida se algum perde a bateria.


Não é bem um closet... é um armáriozinho e uma cómoda de três gavetas. hehehehe.... Mas não me faltam os collants e as leggins (quase não uso calças), a roupa interior e ténnis Sanjo. Em tempos fui patrocinada por eles (quando trabalhei em televisão), e tenho muitas, muitas cores de Sanjos.


Nova Iorque, São Francisco ou Florença. Até agora o meu top 3 se tivesse de sair de Lisboa.


Tailândia e Islândia...


Não se desmotivem. Começar é a pior parte... dá muito trabalho, ainda não temos tema definido e criar o aspecto do blogue tal e qual como gostamos é muito complicado se não percebermos de design aqui como a menina Filipa. O meu foi feito por mim e com a ajudinha de um programador para me tirar dúvidas de CSS ou html. Conto ter um mais profissional em breve.
Mas no fundo, acreditarem no projecto que estão a criar. Não criem um blogue só porque sim, mas porque realmente têm algo que querem partilhar com o mundo. Até fazer o Doce para o meu Doce passaram-se anos de pesquisa e auto-descoberta. Quase dois anos depois, ainda não atinei com um estilo pessoal final. Mas adoro ser blogger. :D



1 comentário:

Débora Marco disse...

<3 rapariga (Ana Luísa) tu inspiras-me a não desistir.